quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O desenho como desenho

O desenho como desenho
Responsável: Isadora Ferraz


Release do curso
Esta oficina pretende trabalhar com as possibilidades do “não saber desenhar” tornando-o uma ferramenta para o desenho, pois não é preciso “saber” desenhar, já que o desenho é feito a partir do movimento do corpo. Assim, se movermos nossos braços no ar formamos linhas invisíveis e aquilo que se vê chega como movimento na folha; não havendo distinção entre o ar e o papel, ambos abraçam os movimentos expressados pelo corpo.

O enunciado “O desenho como desenho” presentifica igualmente uma reflexão sobre o ato de desenhar; abordando o desenho como experiência singular, processo e ação, não somente como resultado, desenvolvendo a percepção e nossa relação com o corpo, com o que se vê e com os recursos materiais e instrumentos. Neste entorno será trabalhada a palavra como linha de desenho, e os modos pelos quais ela pode se tornar textura, massa, revestindo a folha de possibilidades.

A cada encontro, a partir da prática do desenho, serão investigados os trabalhos dos artistas visuais Flávia Ribeiro, Alex Cerveny, Claudio Mubarac, José Leonilson, Flávio de Carvalho, Alberto Giacometti, Iberê Camargo, William Kentridge e o artista performer Toshi Tanaka, dentre outros. Trabalharemos ainda com o texto de Ivon Tailander “Alberto Giacometti - Só sei o que vejo quando estou trabalhando” e com o documentário “Certas Dúvidas de William Kentridge” dirigido por Alex Cabassi.

Sobre a professora
Isadora Ferraz (1987) vive e trabalha em São Paulo. É graduada em Artes Visuais, Pintura, Gravura e Escultura pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. No ano de 2010 foi artista residente no Ateliê Aberto #3, realizado na Casa Tomada (período de setembro a dezembro). Teve o seu trabalho exposto em coletivas como IV Salão da Casa da Xiclet “Salão da Piscina” São Paulo (2008), “Nossos Olhares” realizada na Galeria 13 do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (2008) e a exposição “Marca Pagina [Paisagens]” do projeto “UMCERTOLHAR” realizado no Cine Galpão, São Paulo.

Frequentou diversos cursos e ateliês dentre eles gravura com Paulo Penna e Técnicas Experimentais com Helena Freddi – ambos realizados pelo Museu Lasar Segall (SP) -, Ateliê Livre de Gravura com Alex Cerveny, monotipia com Dudi Maia Rosa e ilustração com o Odilon Moraes e Fernando Vilela, ambas no Instituto Tomie Ohtake (SP). Teve diversos trabalhos publicados em livros e revistas dentre eles o catálogo e banner da “Semanas de Dança-Diálogos” (2010), Partilha (Prêmio PAC-2008) de Gabriel Rath Kolyniak, A menor das ecologias de Ana Godoy (2008),Notas.Atos.Gestos de Silvio Ferraz e Revista Polichenello, ambos em 2007, e Revista MININAS (2006). Seus trabalhos podem ser acessados no site: 


 www.isadoraferraz-trabalhos.blogspot.com


Duração: 14 semanas
Público Alvo: interessados em geral, acima de 15 anos.
Maximo de 8 alunos
Horário: Terças, das 15h às 17h30. De 15/03 a 14/06.

3 comentários:

romanisbetter disse...

Goataria de insdrever-me na oficina, como eu devo proceder?

casa³ disse...

Olá, você pode nos enviar seu email?Assim te enviaremos a ficha de inscrição e mais informações sobre o curso.
Gracias !

Casa ao cubo

Isadora Ferraz disse...

meninas,

o site dos meus trabalhos está errado, é este aqui: www.isadoraferraz-trabalhos.blogspot.com